top of page

Renovado e Eletrificado: A Nova Classe G da Mercedes Faz uma Entrada Audaciosa



Após 45 anos no mercado e mais de 500.000 unidades produzidas, o icônico Mercedes Classe G surge com um brilho jovial como nunca antes. O renomado SUV da marca alemã acabou de passar por um facelift oportuno, com vislumbres do seu visual renovado revelados nesta semana. Notavelmente, o novo Mercedes Classe G abraçou a eletrificação e está programado para chegar às praias brasileiras até o final do ano.



Em termos estéticos, as mudanças são sutis, mas impactantes. Mantendo seu design característico e robusto, o Classe G ostenta para-choques atualizados com entradas de ar redesenhadas na parte da frente e linhas renovadas na traseira, com atenção especial para a nova posição da câmera de ré. A grade dianteira também passou por ajustes, agora ostentando quatro barras horizontais nas versões de entrada - um aumento em relação às três anteriores.


Enquanto isso, a variante mais esportiva G 63 AMG mantém a grade no estilo Panamericana tradicional, com aletas verticais e acabamento preto elegante. A lateral recebe aprimoramentos, incluindo rodas recém-projetadas variando de 18" a 20", todos com o objetivo de modernizar o Classe G enquanto preserva a herança amada do SUV.


Ao entrar, o Mercedes Classe G recebe um novo volante e atualizações na tela multimídia central de 12,3", agora equipada com Android Auto e Apple CarPlay sem fio. O painel digital, integrado em uma única moldura com a unidade multimídia, também recebe uma tela de 12,3". Novidades adicionais no interior incluem um console central renovado e telas opcionais de 11,6" montadas nos encostos dos bancos dianteiros, oferecendo funções de informação e entretenimento.



Além disso, o novo Mercedes Classe G conta com uma série de recursos de realidade aumentada, suporte para comandos de voz, função de capô transparente, suspensão adaptativa com amortecedores adaptativos, além de melhorias nos freios e na direção. Sob o capô, o SUV oferece versões a gasolina ou diesel, todas agora equipadas com um sistema híbrido leve (ISG).


No caso da versão esportiva G 63 AMG - a única disponível no Brasil - o motor permanece o 4.0 V8 biturbo que gera 585 cv e 850 Nm, aumentado por mais 20 cv e 200 Nm do sistema híbrido por um curto período. Isso eleva os números totais para 605 cv e 1050 Nm por alguns breves momentos.



As opções de motor também incluem um 3.0 biturbo a gasolina que entrega 469 cv e um 3.0 biturbo a diesel que produz 387 cv. Em todas as variantes, uma transmissão automática de 9 marchas e tração integral são padrão. Na versão esportiva Mercedes-AMG G 63, o modelo acelera de 0 a 100 km/h em apenas 4,3 segundos e atinge uma velocidade máxima de 240 km/h quando equipado com o pacote opcional AMG Performance. Sem o pacote, atinge uma velocidade máxima de 220 km/h.


Olhando para o futuro, a Classe G está programada para receber uma versão totalmente elétrica, potencialmente chamada de EQG. Prevista para estrear no mercado europeu no próximo ano, ela pode apresentar detalhes de design exclusivos, como uma grade dianteira aerodinâmica, além de faróis e rodas novos. Os preços para o novo Mercedes Classe G começam em € 122.808 (aproximadamente R$ 664.283) na Alemanha.



Embora esteja prevista para estrear na Europa nos próximos meses, ainda não há uma data confirmada para a chegada do novo Classe G ao Brasil. Vale ressaltar que o SUV retornou ao mercado brasileiro no ano passado, disponível exclusivamente na versão Mercedes-AMG G63, com preço de R$ 1.932.900."


4 visualizações0 comentário

Comments


Se inscreva para ficar por dentro das novidades.

Contato

Contato