top of page

F1: Verstappen enfrenta ataque de Norris no fim e vence o GP da Emília-Romanha



Max Verstappen conquistou o Grande Prêmio da Emília-Romanha de Fórmula 1, realizado neste domingo (19) no Circuito Internacional Enzo e Dino Ferrari, em Imola. O piloto da Red Bull dominou a corrida de ponta a ponta para garantir sua 59ª vitória na F1 e a quinta na temporada. Nos estágios finais, Lando Norris se aproximou perigosamente, mas cruzou a linha de chegada apenas 0,725 segundos atrás de Verstappen, ficando com a segunda posição. Charles Leclerc, da Ferrari, completou o pódio em terceiro. Oscar Piastri, da McLaren, terminou em quarto, seguido por Carlos Sainz, no segundo carro da Ferrari.

Resumo da Corrida

Os carros se alinharam no grid com uma vaga na parte de trás devido às mudanças na suspensão de Fernando Alonso, que precisou largar dos boxes com seu Aston Martin AMR24. Com ultrapassagens limitadas nas curvas estreitas de Imola e uma corrida planejada para apenas uma parada, a largada era crucial.

Os 10 primeiros colocados começaram com pneus médios, enquanto Sergio Perez, Zhou Guanyu e Logan Sargeant optaram pelos pneus duros. Verstappen teve um bom início, mas Norris igualou seu ritmo, chegando a ficar lado a lado até que o Red Bull assumiu a liderança após a Curva 2. Leclerc teve uma largada discreta, permitindo que Sainz se aproximasse, mas manteve a terceira posição, enquanto Norris protegia o segundo lugar.

Lewis Hamilton conseguiu superar Yuki Tsunoda no início, com ambos os pilotos da Red Bull perdendo duas posições na largada. Nico Hulkenberg, da Haas, subiu para a oitava posição, enquanto Perez avançou para a zona de pontos. Verstappen abriu uma vantagem de quase dois segundos sobre Norris antes do uso do DRS ser permitido, com Sainz e Piastri pressionando Leclerc.

A Aston Martin arriscou colocando Alonso com pneus macios, mas ele rodou apenas sete voltas antes de trocar para os duros. Valtteri Bottas e Alex Albon também trocaram para os pneus mais duráveis, mas o carro de Albon teve que retornar aos boxes e abandonar a corrida devido a uma roda solta.

Apesar das dificuldades nos treinos, Verstappen continuou a ampliar sua vantagem, chegando a cinco segundos sobre Norris. George Russell foi o primeiro dos líderes a parar nos boxes na volta 21, com um pit stop de 2,4 segundos da Mercedes, retornando atrás de Esteban Ocon.

A McLaren evitou que a Ferrari usasse o undercut em Norris, parando o britânico na volta 22. Norris voltou atrás de Perez, mas rapidamente recuperou a posição com a ajuda do DRS. A Ferrari reagiu parando Leclerc na volta 25, mas o monegasco voltou atrás de Norris e Perez em sexto lugar. Leclerc rapidamente ultrapassou Perez e Sainz, ganhando posições.

Hamilton e Russell terminaram em sétimo e oitavo, respectivamente, com Perez recuperando-se para a oitava posição. Lance Stroll garantiu bons pontos para a Aston Martin ao ultrapassar Hulkenberg e Tsunoda, terminando em nono.

Verstappen, enfrentando dificuldades com o carro, manteve Norris atrás nas voltas finais para conquistar sua terceira vitória consecutiva em Imola. Norris ficou em segundo, apenas 0,7 segundos atrás, e Leclerc completou o pódio para a Ferrari.

Resultado do GP da Emília-Romanha de F1:

  1. Max Verstappen (Red Bull/Honda RBPT) - 63 voltas

  2. Lando Norris (McLaren/Mercedes) - 63 voltas

  3. Charles Leclerc (Ferrari) - 63 voltas

  4. Oscar Piastri (McLaren/Mercedes) - 63 voltas

  5. Carlos Sainz (Ferrari) - 63 voltas

  6. Lewis Hamilton (Mercedes) - 63 voltas

  7. George Russell (Mercedes) - 63 voltas

  8. Sergio Pérez (Red Bull/Honda RBPT) - 63 voltas

  9. Lance Stroll (Aston Martin/Mercedes) - 63 voltas

  10. Yuki Tsunoda (RB/Honda RBPT) - 62 voltas

  11. Nico Hülkenberg (Haas/Ferrari) - 62 voltas

  12. Kevin Magnussen (Haas/Ferrari) - 62 voltas

  13. Daniel Ricciardo (RB/Honda RBPT) - 62 voltas

  14. Esteban Ocon (Alpine/Renault) - 62 voltas

  15. Zhou Guanyu (Sauber/Ferrari) - 62 voltas

  16. Pierre Gasly (Alpine/Renault) - 62 voltas

  17. Logan Sargeant (Williams/Mercedes) - 62 voltas

  18. Valtteri Bottas (Sauber/Ferrari) - 62 voltas

  19. Fernando Alonso (Aston Martin/Mercedes) - 62 voltas DNF. Alexander Albon (Williams/Mercedes) - 51 voltas

0 visualização0 comentário

Comments


Se inscreva para ficar por dentro das novidades.

Contato