top of page

BMW Produzirá Primeiro Híbrido da Marca no Brasil no 4º Trimestre



A fabricante automotiva iniciará a produção do utilitário X5, terceiro modelo mais vendido pela empresa no país.


A BMW divulgou nesta quarta-feira (10) que começará a produzir o primeiro veículo híbrido da marca no Brasil a partir do quarto trimestre, ampliando sua linha que já conta com 15 modelos eletrificados vendidos atualmente no país por meio de importações.


O primeiro modelo híbrido da BMW a ser fabricado no Brasil será o utilitário X5, terceiro modelo mais vendido da montadora no país. O preço estimado do carro é cerca de R$ 730 mil.

A BMW lidera o segmento de carros de luxo no país há cinco anos consecutivos, superando marcas como Audi, Porsche, Land Rover, Mercedes-Benz e Volvo.


A montadora alemã, que possui uma fábrica em Araquari (SC) inaugurada em 2014, já investiu 1,8 bilhão de reais no Brasil desde então, incluindo os recursos destinados à produção local do X5 híbrido. A empresa não divulgou o montante específico para a produção nacional do veículo.


"O Brasil é atualmente um dos mercados de crescimento mais rápido para a BMW no mundo", declarou o presidente da BMW América Latina, Reiner Braun. "Registramos um aumento de 10,7% nas vendas no primeiro trimestre e a tendência é de contínuo avanço", acrescentou o executivo, evitando fazer projeções. Braun também afirmou que a montadora planeja lançar no Brasil neste trimestre o modelo X2, importado da Alemanha.


Com a produção brasileira do X5 híbrido, a BMW amplia a oferta de produtos eletrificados na América Latina, onde já monta o X3 plug-in no México. O X5 também será o primeiro híbrido plug-in do segmento de luxo a ser fabricado no Brasil e um dos primeiros modelos eletrificados do mercado em geral a serem montados no país. O Brasil começou a produzir carros híbridos em 2019, com o Corolla da Toyota, e até o momento, a maioria das vendas desse segmento é gerada por modelos importados.

O executivo afirmou que o foco da produção do X5 plug-in será o mercado brasileiro, mas a empresa não descarta eventuais exportações do modelo para outros países da região.


O modelo que será produzido na fábrica catarinense foi lançado nos Estados Unidos no ano passado e passará por "alguns ajustes" para sua comercialização no Brasil, afirmou Braun.

De acordo com Michael Nikolaides, diretor de produção e logística do BMW Group, o índice de nacionalização de componentes na fábrica de Araquari, que tem capacidade para 30 mil veículos por ano, é de 40%. A unidade já produziu mais de 94 mil carros desde sua abertura.


A BMW registrou um crescimento de 10,7% nas vendas do primeiro trimestre em comparação com o ano anterior, totalizando 3.198 carros. O desempenho ficou praticamente em linha com o crescimento do mercado de automóveis e veículos comerciais leves no Brasil. Em 2023, a montadora alemã vendeu 15.118 carros, um aumento de 9,5% em relação ao crescimento total do mercado, que foi de 11,2%, segundo dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).


Em dezembro de 2023, a BMW já havia anunciado um aumento de 10% na produção na fábrica de Araquari, para 11 mil unidades por ano, a partir deste ano. Além da fábrica de automóveis em Santa Catarina, a BMW possui uma fábrica de motocicletas em Manaus.


0 visualização0 comentário

Bình luận


Se inscreva para ficar por dentro das novidades.

Contato

Contato